frete grátis nas compras acima de R$ 150 para o Estado de São Paulo e R$ 300 para o restante do Brasil

O barato sai caro

Bordado Livre

Quando eu era adolescente não tinha muito dinheiro para comprar linhas, mas uma parte do dinheiro que ganhava do meu pai ia direto para o armarinho da cidade.

A primeira linha que usei foi uma mouliné da Anchor, era a linha que a moça que me ensinou a fazer ponto cruz lá no salão da minha tia usava, quando fui comprar minhas próprias linhas pela primeira vez, percebi que pelo preço de uma Anchor eu poderia levar duas de outra marca que não lembro o nome (já faz mais de 15 anos né gente) e advinha o que aconteceu?

 

 

Cheguei em casa com umas 10 linhas novas, todas dessa marca X, bordei um monte de toalhas, uma em particular me lembro muito bem, era uma toalha para o lavabo da sala, onde bordei três patinhos de madeira numa lagoa, ficou uma graça mas…

A primeira vez que minha avó lavou as toalhas, elas ficaram todas manchadas. As linhas X desbotaram, alguns pontos chegaram a ficar sem cor.

Foi aí que aprendi que vale a pena pagar um pouco mais em materiais de qualidade.

Afinal, só nós sabemos todo o tempo e carinho dedicado em cada bordado, não é mesmo?

Hoje já não bordo mais toalhas, prefiro quadros para guardar para a vida inteira e não economizo nos materiais, aprendi minha lição quando tinha 15 anos de idade.

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira

Posts Relacionados

Borde o que te anima!

Bordar o que te anima é primordial para a continuidade do seu projeto. Você vai passar horas e horas ali, sentada, concentrada e orgulhosa de

Bordado em Roupas

DIY: Ponto Cruz em roupas

Sabe aquela roupa que um dia você amou, mas agora começou a achar sem graça? Tá tudo bem, neste post vou te ensinar a trazer

O barato sai caro

Quando eu era adolescente não tinha muito dinheiro para comprar linhas, mas uma parte do dinheiro que ganhava do meu pai ia direto para o

Fale Conosco :)
Enviar
X